Direito do Trabalho

No Direito do Trabalho ou no Direito Social, as relações jurídicas são reguladas em que uma das partes realiza livremente o trabalho humano, em nome de outras, numa relação de dependência e em troca de uma contrapartida.

O direito do trabalho regula uma área fundamental das relações sociais, essencial para o desenvolvimento económico e para o bem-estar da sociedade. A articulação das relações laborais com base em posições negociais desiguais influenciadas pelo contexto socioeconómico, a multiplicidade de formas de condução dessas relações e a importância da negociação colectiva são traços marcantes de significado no domínio normativo, tanto substantiva como processual

Os tribunais sociais ouvem reclamações relacionadas com questões laborais e de segurança social, bem como desafios à actuação das autoridades públicas no exercício das suas competências e funções nestas áreas.

A partir da minha especialização e experiência profissional, tenho prestado um serviço abrangente em todos os assuntos relacionados com o direito do trabalho, por exemplo:

  • Elaboração de petições e reclamações administrativas individuais, tais como reclamações administrativas pré-judiciais
  • Recursos contra certidões da Previdência Social, contra certidões de liquidação ou infração da Previdência Social, ou contra as exigências dos Órgãos de Gestão dos mesmos.
  • Actos de conciliação perante o Serviço de Mediação, Arbitragem e Conciliação e os relacionados com os procedimentos de resolução extrajudicial de conflitos laborais: conciliação, mediação e arbitragem.
  • Aconselhamento, elaboração e apresentação do processo de reclamação de prestações perante o Fundo de Garantia Salarial.
  • Procedimento de ordem de serviço.
  • Quantidades reclamadas.
  • Reconhecimento de transferência ilegal de trabalhadores.
  • Pedidos de reconhecimento de uma relação de trabalho de natureza indefinida.
  • Desafiar sanções disciplinares.
  • Desafiar a sobretaxa dos benefícios da segurança social.
  • Reclamações contra despedimentos disciplinares ou objectivos, despedimentos sem justa causa e despedimentos nulos, e outras resoluções contratuais, individuais ou colectivas.
  • Procedimentos para a regulamentação do emprego e a suspensão temporária dos contratos ou a modificação do horário de trabalho
  • Pedido ao Estado para o pagamento de salários para o processamento de processos de despedimento.
  • Contestação de despedimentos colectivos por parte dos representantes legais ou sindicais dos trabalhadores
  • Pedidos de prestações periódicas ou vitalícias à Segurança Social.
  • Pedidos de indemnização ou reembolso de despesas à Segurança Social de montante fixo.
  • Procedimentos relativos aos benefícios da Segurança Social e ao desafio dos actos administrativos em matéria laboral e de Segurança Social.
  • Testes de fixação nas férias.
  • Processos relacionados com a mobilidade funcional e geográfica dos colaboradores
  • Processos relativos a mudanças substanciais nas suas condições de trabalho.
  • Suspensão do contrato e redução do dia de trabalho por motivos objectivos ou de força maior
  • Direitos para conciliar a vida pessoal, familiar e profissional.
  • Desafios às convenções colectivas ou estatutos sindicais, questões eleitorais e protecção dos direitos de liberdade de associação e outros direitos fundamentais.
  • Execução de sentenças.
  • Incidentes de não readmissão ou de readmissão irregular
  • Recursos contra decisões do órgão judicial.
  • Apelo.
  • Apelo e Apelo à Unificação da Doutrina
  • Recurso de Revisão de Sentença.

Você pode peça-me uma citaçãosem compromisso.